Televendas:11 3530-424351 3072-4232
Meu Carrinho
Vazio
R$ 0
Carregando...
Olá, visitante! Seja bem vindo. Faça seu login ou cadastre-se
Meu Carrinho
Vazio
R$ 0

O que é Eletroterapia e para que serve?

29 de Março de 2019

O que é Eletroterapia e para que serve?

A ELETROTERAPIA  

A Eletroterapia é um recurso terapêutico conhecido e bem consagrado em diversas áreas como a fisioterapia na reabilitação e a estética. Existem alguns relatos que a eletroterapia começou a ser utilizada através de peixes que davam choques para alívio de dor. Há anos vem sendo estudada e aprimorada constantemente.

 

Galvani (1780) foi quem teve a visão de que o corpo humano contém energia elétrica, diferente de um corpo sem vida. Sendo assim, foi possível confirmar que a aplicação da corrente elétrica extracorpórea era capaz realçar ou suplementar a energia do corpo para se obter, como consequência, tratamento para algumas doenças ou lesões.

 

Como o nome já diz, a eletroterapia se baseia em diferentes recursos que utilizam a corrente elétrica para certos objetivos, sendo eles: contração muscular hipertrofia muscular, relaxamento muscular, liberação de contraturas, alívio de dor, estímulo nervoso, permeação de substâncias ionizadas ou não, cicatrização, rejuvenescimento, aumento do metabolismo celular, lipólise (esvaziamento das células de gordura), estrias, entre outros.

 

Sendo assim, a eletroterapia pode ser utilizada para paralisia medular, pós AVE (Acidente Vascular Encefálico), incontinência urinária e fecal, contratura muscular ou afecções estéticas com o objetivo de diminuir gordura localizada e celulite, melhorar contorno corporal através do estímulo de contração muscular, recuperação pós-operatória ou até para diminuir rugas e linhas de expressão através da produção de colágeno e elastina.

 

 

Entenda um pouco mais a eletroterapia: 

O corpo humano é bom condutor de eletricidade por causa das cargas elétricas livres que temos no corpo. A partir disso, estudos começaram a ser feitos e os estudiosos viram que alguns efeitos gerais da eletroterapia são:

 

- Aumento de circulação sanguínea,

- Aumento da temperatura corporal,

- Aumento da oxigenação celular,

- Deslocamento de cargas elétricas

- Reações fisiológicas e bioquímicas que promovem liberação de alguns hormônios, principalmente os essenciais para alívio da dor e para lipólise e estímulo do fibroblasto (célula que produz colágeno, elastina e substância fundamental amorfa), ácido hialurônico e outras substâncias hidrofílicas – que possuem atração por água, melhorando a hidratação da pele.

 

Existem três tipos gerais de correntes: corrente direta, que pode ser contínua ou monofásica; corrente alternada; ou corrente pulsada.

 

1. A Corrente Direta geralmente é usada para iontoforese, que é a permeação de princípios ativos ionizados na pele.

 

2. A Corrente Alternada pode ser utilizada para contração muscular e estimulação sensorial para alívio de dor.

 

3. Já a Corrente Pulsada tem a característica de fluir para apenas uma direção, trazendo, assim, efeitos eletrolíticos para o tecido.

 

 

Tipos e aplicação das correntes: 

Corrente Galvânica: é uma corrente direta contínua polarizada usada para iontoforese e eletrolifting. Essa corrente não é usada para estimulação nervosa.

 

TENS: Transcutaneous Electrical Nerve Stimulation (ou Neuroestimulação Elétrica Transcutânea) é uma corrente utilizada para tratamento de dor.

 

Corrente Russa: é uma corrente alternada aplicada em bursts, e é utilizada para contração muscular, drenagem linfática, alívio de dor e eletrolipólise.

 

Corrente Aussie: corrente alternada utilizada para contração muscular, drenagem linfática, alívio de dor e eletrolipólise.

 

Alta Voltagem (HV): corrente pulsada monofásica com pulsos gêmeos de alta amplitude e curta duração. Utilizada para redução de edema, cicatrização tecidual, analgesia, controle inflamatório pós-operatório e eletroporação (permeação de princípios ativos).

 

Corrente Interferencial: corrente de média frequência alternada e simétrica. Utilizada para analgesia (principalmente), contração muscular e melhora da microcirculação.

 

 

 

Não fique com dúvidas: 

Recebemos diariamente várias perguntas sobre a eletroterapia. Por isso selecionamos alguns tópicos para te ajudar a entender um pouco mais sobre essa terapia. Confira!

 

Qual o número de sessões necessárias? 

Isso vai depender de qual corrente é utilizada e qual o objetivo terapêutico, mas vale lembrar que, para tratamento de dor, o ideal é consultar um especialista que possa fazer uma avaliação adequada para diagnosticar o motivo da dor.

 

Também é importante saber que alguns tratamentos dependem da colaboração do (a) paciente (eletrolipólise e hipertrofia muscular, por exemplo).

 

Quem pode aplicar eletroterapia? 

Para aplicar a eletroterapia é preciso ser um profissional qualificado, visto que algumas correntes podem trazer reações adversas e complicações se utilizadas de forma inadequada. Para pacientes crônicos de fisioterapia, é possível adquirir um eletroestimulador portátil para uso homecare, porém é preciso ter a indicação e auxílio do (a) fisioterapeuta para correto uso.

 

Existe uma técnica específica para cada objetivo terapêutico? 

Sim! Cada objetivo exige uma colocação dos eletrodos ou manuseio da corrente diferente.

 

Como vou saber manusear um aparelho de eletroterapia? 

Possuímos suporte pós-vendas com a nossa fisioterapeuta que oferece o treinamento sem custo de cada equipamento.

 

 

 

A Elotroterapia é umas das terapias em que você encontra aqui na HSMED, com os aparelhos indicados pelos melhores profissionais. Além disso, você também encontra os melhores preços e condições de pagamento. Possuímos todo suporte técnico, para você ter o melhor atendimento pré e pós-venda.

 

Conheça alguns dos aparelhos que aplicam essa terapia: 

Neurodyn

Sonopulse II

Manthus

Stim 4

Ondas Russas Max

Combi 4 Max

Linha Cecbra

Neurodyn II

Neurodyn III

Neurodyn 10 Canais

Neurodyn Esthetic

Neurodyn Portátil

 

Clique aqui para ler mais matérias do blog.

 

 ---

Texto: Eloisa Reis - Fisioterapeuta Dermatofuncional

(Referência: ROBERTSON, Val ET al. Eletroterapia Explicada: Princípios e prática. 4. ed.: Elsevier, 2011. 520 p.)

Produtos Relacionados

Nossos principais produtos

Lyra ibramed Hooke Ibramed Sonopulse Aparelho de luz pulsada  Cavicell
Sonofocus Neurodyn Dermotonus esthetic      Aparelhos de radiofrequencia  Neartek
Aparelho de Lipocavitação Neurodyn esthetic Dermotonus Dermosteam Kld
Polarys Ibramed  Heccus Axcel Aparelho de criofrequência   Hertix Octopolar
Aparelho de carboxiterapia   Heccus ibramed   Lyra Ibramed Aparelhos de estética Thork Ibramed
Ibramed Heccus turbo Striat Aparelho de Radiofrequencia Aparelho de Criolipolise
Vibrocell Ares ibramed Sycor  hertix smart Antares
Polarys Vapor de Ozonio Cecbra  Aparelho de Jato de Plasma

Triatherm